Home > Notícias
25/09/2019

Aflito, consciente e prático: três perfis de consumidor que o varejo precisa conhecer

Para auxiliar o varejo a mapear as preferências dos clientes a médio e longo prazos, Teresa Cristina Rebello, consultora e docente das áreas de gestão e marketing de moda no Istituto Europeo di Design (IED), em São Paulo, destaca quatro pontos fundamentais a serem compreendidos pelos gestores.

“O mais importante, para o lojista, é saber como o consumidor seleciona, compra, usa e descarta produtos. Como é o percurso dessa pessoa? Do link patrocinado, passando pela loja física, como ele combina as peças, como marca a foto e onde ele joga o produto que não quer mais”, explica. “Vai sobreviver no mercado quem identificar esses quatro pontos”, acrescenta Teresa, que era uma das atrações do espaço 100% Varejo da Francal 2019.

De acordo com a especialista, o consumidor teve seu poder de compra diminuído nos últimos anos, por isso está retraído. “Ele também se preocupa com o futuro do planeta e com o consumo exacerbado. Além disso, está cansado do excesso de informação e confuso sobre qual marca vai escolher. Ele quer produtos e serviços únicos, customizáveis, e sentir-se seguro”, revela.

O impaciente aflito, o ativista consciente e o hedonista prático – segundo Teresa – são as três personalidades do consumidor atual. “Qualquer pessoa pode ser qualquer uma dessas personalidades a qualquer tempo, por isso o lojista precisa ter conhecimento para identificar cada um destes perfis e atender adequadamente a todos eles”, esclarece.

> C A R A C T E R Í S T I C A S

Consumidor impaciente
“Tem pressa, é imediatista e valoriza a conveniência”, explica Teresa Cristina, acrescentando, ainda, que este é aquele tipo de consumidor que busca a todo custo não interagir com vendedores nas lojas físicas. “Este, aliás, é um problema que o varejo precisa descobrir como resolver”, destaca a palestrante.

Hedonista prático
A principal característica do consumidor hedonista é a busca por prazer imediato, levando ao prazer dos sentidos, estimulando assim todos os aspectos emocionais.

Consumidor consciente
É aquele que leva em conta, ao escolher os produtos que compra, o meio ambiente, a saúde humana e animal e as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca. Sabe que pode ser um agente transformador da sociedade por meio do seu ato de consumo.