Home > Notícias
19/06/2019

Demanda atendida: comércio em geral é autorizado a trabalhar em domingos e feriados

O secretário de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, assinou nesta terça-feira, 18, portaria que estende para o comércio em geral a autorização para funcionar em domingos e feriados, uma antiga demanda do varejo. “Muito mais empregos! Com mais dias de trabalho das empresas, mais pessoas serão contratadas. Esses trabalhadores terão suas folgas garantidas em outros dias da semana. Respeito à Constituição e à CLT”, escreveu o secretário, na rede social Twitter.

Vendas de veículos têm melhor performance para maio em cinco anos
O mercado brasileiro de veículos novos segue crescendo de forma vigorosa. O mês passado foi o melhor maio em vendas dos últimos cinco anos, com 245,4 mil emplacamentos, volume 21,6% superior ao de igual mês do ano passado e 5,8% melhor que abril passado. No acumulado do ano, a venda de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus foi 12,5% superior ao volume de janeiro a maio de 2018, somando 1,085 milhão de unidades.

Brasil cria 129 mil vagas em abril, melhor nível para o mês desde 2013
O Brasil gerou 129,6 mil vagas formais de emprego em abril, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O número é o maior para abril desde 2013 e resultado de 1.374.628 admissões ante 1.245.027 desligamentos. Esse é o terceiro ano consecutivo que abril apresenta saldos positivos, refletindo a recuperação do contingente de empregos formais. No acumulado do ano, o estoque de empregos chegou a 38,5 milhões.

Vendas do Magazine Luiza disparam 28% no primeiro trimestre, totalizando R$ 5,7 bilhões
O Magazine Luiza comunicou, no dia 6 de maio, à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seus resultados financeiros relativos ao primeiro trimestre do ano fiscal de 2019. No período, as vendas em todos os canais da companhia aumentaram 28% em relação a 2018, atingindo um total de 5,7 bilhões de reais. O lucro líquido pró-forma foi de 132,1 milhões de reais e o Ebitda pró-forma atingiu 318 milhões de reais - com margem de 7,4%. O crescimento da receita nos canais digitais foi de 50% e totalizou 41% das vendas totais da companhia.

MP da Liberdade Econômica reduz burocracia e anima empreendedores
Foi assinada, nesta terça-feira, dia 30 de abril, a medida provisória batizada de MP da Liberdade Econômica. Ela estabelece garantias de livre mercado e reduz exigências burocráticas. Uma das mudanças da medida é retirar exigência de quaisquer licenças ou alvará para empresas consideradas de baixo risco que sejam usadas para sustento do proprietário e família, incluindo alvarás de funcionamento, sanitário ou ambiental. “A medida provisória terá impacto positivo na economia ainda este ano, principalmente para pequenas e médias empresas”, garante o secretário especial de Desburocratização, Paulo Uebel.

Otimismo com imóveis atinge recorde; incorporadoras confirmam momento favorável
A confiança dos brasileiros na compra de imóveis como fonte de renda continua firme: 60% dos que compraram imóvel no ano passado acreditam que o preço vai subir em 2019. É o maior nível registrado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que faz o levantamento desde 2014. Ao mesmo tempo, as prévias operacionais do primeiro trimestre já divulgadas pelas incorporadoras de capital aberto apontam forte crescimento de lançamentos e vendas imobiliárias. Os lançamentos totalizaram R$ 3,84 bilhões, alta de 82,3%; enquanto as vendas cresceram 30,7%, contabilizando R$ 4,06 bilhões.

Atividade do comércio cresce 2,33% em março
O comércio varejista segue em trajetória de recuperação. Dados apurados pelo Indicador de Atividade do Varejo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que as consultas para vendas a prazo cresceram 2,33% no acumulado em 12 meses até março deste ano. No mesmo período do ano passado, as vendas do segmento haviam crescido 1,49%. O Indicador de Atividade do Comércio é construído a partir do volume de consultas de CPFs e é um termômetro da intenção de compras a prazo por parte do consumidor, abrangendo os segmentos varejistas de supermercados, lojas de roupas, calçados e acessórios, móveis e eletrodomésticos, entre outros.