Home > Notícias
26/09/2019

Divulgados os resultados oficiais das feiras Micam e Mipel

Milão encerra os eventos de calçados e artigos de couro. No último dia 20, Micam e Mipel fecharam as portas da 88ª edição (coincidindo com o 50º aniversário de sua fundação) e 116ª, respectivamente. Resultado: Mipel fez um estrondo, micam manteve posições. O que, sob vários pontos de vista e considerando todas as dificuldades econômicas expressas durante os dias da feira, foi tranquilizador.

Antes de mostrar os números, vale a pena apresentar uma reflexão sobre a mesa. Na verdade, um enigma. Duplo. O primeiro, talvez mais “barulhento”, diz respeito aos operadores russos. Há muitas temporadas do calçado italiano da Micam, e também nesta edição, eles reduziram sua presença. Presença que, por outro lado, se fortaleceu na Mipel. E a mesma tendência contraditória foi expressa pelos compradores italianos. Menos na Micam, mais na Mipel.

A 88ª edição da Micam terminou com a presença de 44.076 operadores, dos quais 60% eram internacionais, em linha com a edição de fevereiro e com uma ligeira queda em relação a setembro de 2018. Presença italiana negativa, compensada por estrangeiros, principalmente da China, Hong Kong e Suíça. Europa estável, Rússia e Ucrânia mal. “Estamos orgulhosos do sucesso desta edição, que confirma a Micam como o evento mais importante do mundo nesse setor”, disse o presidente da Assocalzaturifici, Siro Badon.

A Mipel 116 fecha com um verdadeiro boom de presença: alta de 19%. Acima de tudo, experimenta o crescimento de visitas do mercado russo. Moscou, depois do Japão, representa a segunda área de referência para artigos de couro italiano. Os operadores italianos surpreenderam: crescimento de 12,3 %. O mercado europeu também teve bom desempenho, com aumentos inesperados da Alemanha, Espanha, Reino Unido, Suíça e França. A Coreia do Sul registrou alta de 17,5% e nem a China, com crescimento de 6,3%, decepcionou. O presidente da Mipel/Assopellettieri, Franco Gabbrielli, ficou satisfeito por considerar o resultado desta edição “o estímulo certo para trabalhar no futuro”.

Leia também:
Milão & Nova Iorque: o verão de Prada, Versace, Moschino e Tom Ford
Grupo Caleres, antigo Brown Shoe, registra vendas recordes no segundo trimestre: US$ 752,5 mi, alta de 6,5%
Grupo Vivarte: credores tornam-se acionistas e empresa tenta nova cartada para recuperar-se de longa crise
Linha Saucony Originals chega para atualizar o modelo ‘Azura’, tênis icônico lançado em 1988