Home > Notícias
09/03/2018

Empresas milionárias continuam investindo em megacentros comerciais na China

O Grupo italiano RDM abriu uma nova loja outlet Florentia Village no distrito de Jindu (província de Sichuan). A área de 35 mil metros quadrados é o sexto centro comercial do RDM e conta com 120 marcas, entre elas: Furla, Calvin Klein e Nike.

Apostando no varejo chinês, o Grupo RDM em breve terá seu sétimo centro de lojas em Chongqing, com inauguração prevista para 2019. E anunciou que o negócio contará com uma plataforma de e-commerce.

Enquanto isso, Wang Jianlin, fundador e presidente do Grupo Wanda, também está de olho no mercado da China e anunciou seu plano industrial para a próxima década. O objetivo: abrir 1000 novas lojas de departamento na República Popular (em sinergia com outros grupos industriais). Para atrair clientes, o grupo vai apostar no combinando de oferta comercial com o entretenimento de parques temáticos.

E o grupo chinês Sasseur não ficou de mãos abanando, e inaugurou recentemente sua 9ª outlet em Guiyang (capital da província do sul de Guizhou), com mais de 400 marcas, além de cinemas e restaurantes.

Leia também:
A despedida de Andrea Pfister
Depois de 16 anos, Bruno Frisoni deixa a maison Roger Vivier
Lotto apresenta a coleção Icon, que une moda e arte
Ispo: mais luzes do que sombras
Matteo Mascazzini é o novo CEO do grupo Geox