Home > Notícias
24/05/2019

Feiras Futurmoda e Gallery Shoes vislumbram dias melhores

A administração da feira espanhola Futurmoda se mostra satisfeita e planeja crescer na edição de outubro. O espetáculo, encerrado em 14 de março em Alicante, contou com a participação de 308 marcas e 410 marcas (+10% da edição anterior) da rede de calçados e artigos de couro e teve um equilíbrio interessante. Seu presidente, José Antonio Ibarra, explica
o sucesso com o fato de que "todos os estandes são abertos, todos iguais, e isto gera um evento muito agradável de se visitar".

O periódico La Cronica Virtual relata alguns comentários, incluindo da fábrica portuguesa Vapesol, a qual indica que "há muitas pessoas na feira, que está crescendo muito" e a do grupo italiano de curtume Kara Group, segundo a qual "há futuro e entusiasmo". O balanço da única fábrica da Da.Mi também foi positivo. A CEO Michela Catalini observa: "Houve movimento e uma boa presença de visitantes, predominantemente espanhóis. Recebemos pedidos, não apenas de amostras, mas também de produção. É uma feira em crescimento".

Para Luigi Sbrolla, CEO da fábrica de calçados italiana Malaspina: "Foi uma edição positiva, embora com menos
visitantes do que nas edições anteriores e concentrada sobretudo no segundo dia". A próxima edição do Futurmoda acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro, com a estreia do maquinário.

Já os organizadores do Gallery Shoes, realizada de 10 a 12 de março, em Düsseldorf, na Alemanha, declararam-se satisfeitos com a última edição, que recebeu um número de visitantes em linha com o da edição de outono de 2018. "Nós voltamos da Galeria com um bom feedback. Tivemos um bom influxo no estande da Fabi e Barracuda, mesmo com novos clientes alemães e do Benelux. Para nós, o mercado alemão está crescendo e recebemos pedidos”, explica Emanuele Fabi, da fábrica de calçados da Fabi.

Havia cerca de 500 marcas na Gallery Shoes, quase todas de sapatos, embora também existissem vários fabricantes de malas. Destaca-se o setor dedicado ao calçado infantil, que exibe as melhores marcas europeias, desde Naturino a Primigi, Melania e Bopy. A GalleryShoes está marcada para acontecer de 1 a 3 de setembro para a apresentação das coleções primavera-verão 2020.

Leia também:
Louis Vuitton: a bolsa do futuro é (quase) realidade
Na guerra comercial contra os Estados Unidos, a China contra-ataca pesado
Indústria calçadista da Itália fechou o ano de 2018 com saldo positivo
Americana Payless Shoe Source está se preparando para fechar todas as suas 2.100 lojas