Home > Notícias
31/05/2019

François-Henri Pinault, da Gucci, prega união dos grandes grupos do segmento de moda em nome da sustentabilidade

A audiência foi a do Fashion Summit em Copenhague, um evento dinamarquês dedicado ao debate sobre "soluções sustentáveis para a indústria da moda". A intervenção mais comentada foi a do CEO da Kering, François-Henri Pinault, que, apresentando todas as atividades ecológicas de sua multinacional e das marcas que possui (entre outras: Gucci, Saint Laurent, Bottega Veneta), lançou a proposta de que "os gestores de grandes grupos globais" se unam em nome da sustentabilidade.

Como a mídia relata, Pinault afirmou que "não é verdade que grandes grupos não estão se movendo. Todos fazem muitas coisas individualmente, mas o fato é que não há coletividade. Temos que pensar em uma inteligência coletiva, porque estamos em uma situação de emergência. O setor privado não está acostumado a fazê-lo, mas é necessário mudar e trabalhar além do que fazemos no nível de empresas individuais. Devemos trabalhar juntos e ter objetivos comuns”.

Leia também:
Varejo: o ranking das marcas mais valiosas
Tênis também para as noivas? Sim! Várias marcas de luxo apostam nesta tendência
Franco Gabbrielli é o novo presidente da Assopellettieri, entidade que agrupa empresas italianas de artigos de couro
O "Made in Britain" da Clarks durou apenas alguns meses