Home > Notícias
11/10/2018

Golden Goose: luxo imita a pobreza e revolta ativistas nas redes sociais

A polêmica foi instaurada nos últimos dias nas redes sociais porque os tênis Superstar Taped da marca Golden Goose foram acusados de “glorificarem a pobreza”, em se tratando de um produto de luxo. Trata-se de um modelo envelhecido, usado e, na ponta, remendado.

O site francês Capital relata um comentário que resume a extensão da controvérsia: “Existem pessoas no mundo que usam sacolas plásticas como sapatos porque não podem pagar por nada e essas coisas repulsivas estão sendo vendidas por US$ 500.” Um comentário que, com tom de ódio social, ultrapassou 50 mil curtidas. Outros usuários os definiram como “repugnantes”, “vergonhosos” e “ofensivos”.

Mas, apesar das críticas, apontou o Capital, parece que os tênis estão vendendo muito bem, já que, segundo a BFM TV, estão esgotados.

Leia também:
As apostas de Dior, Armani e Alberta Ferretti
Berluti e Ferrari correm juntas e lançam exclusiva coleção limitada de calçados
Icônica grife italiana Versace é vendida para a americana Michael Kors Holdings
Apocalipse do varejo norte-americano pode em breve fazer outra vítima: Sears sob risco de falência