Home > Notícias
10/03/2021

Grendene tem receita bruta histórica de R$ 1 bi em trimestre

A Grendene encerrou 2020 em forte ritmo de recuperação, amenizando os impactos provocados pela pandemia em seus resultados financeiros no primeiro semestre do ano passado. De outubro a dezembro, a companhia registrou receita bruta superior a R$ 1 bilhão, o melhor trimestre da história. O lucro bruto cresceu 23% no quarto trimestre, chegando a R$ 415,4 milhões e correspondendo a uma margem bruta de 49,6% (1,1 p.p. menor do que a do 4T19).

O volume de pares comercializados alcançou expressivos 62,1 milhões, devido ao sólido desempenho das marcas nos diversos canais de vendas – resultado da estratégia de diversificação e expansão. O mercado doméstico foi o principal responsável pelo incremento nos resultados. "O desempenho positivo é reflexo de fatores como receptividade das coleções primavera/verão pelos nossos clientes; flexibilização das medidas restritivas ao comércio nos mais variados formatos de pontos e canais de vendas do país; e prorrogação do pagamento do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal", afirma Alceu Albuquerque, diretor de Relações com Investidores da Grendene.

A companhia também foi beneficiada pela escassez de matérias-primas no mercado, ocasionando a concentração de pedidos em grandes fabricantes de calçados, em função do receio dos lojistas de ficar sem produtos nas principais datas do varejo do quarto trimestre (Dia das Crianças, Black Friday e Natal). Houve ainda uma mudança no perfil de compra dos consumidores, que passaram a optar por produtos como chinelos de dedos, gáspeas e papetes, em detrimento de outras categorias de sapatos.

Sobre a Grendene
Fundada em 1971, a Grendene é a maior exportadora de calçados do Brasil e uma das maiores produtoras mundiais. Detentora das marcas Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte e Grendene Kids, possui tecnologia proprietária e exclusiva na produção de calçados para os públicos feminino, masculino e infantil. Com cinco unidades industriais, distribuídas por Ceará, Bahia e Rio Grande do Sul, e 11 fábricas, tem capacidade instalada para produzir 250 milhões de pares/ano. Por meio de representantes comerciais, distribuidores, exportações diretas e da subsidiária Grendene USA, Inc. (EUA), seus produtos alcançam 65 mil pontos de venda no Brasil e 60 mil fora do país. A Companhia conta ainda com showroom Melissa em Milão, três "Galeria Melissa" (São Paulo, Nova York e Londres). Em 2020, registrou lucro líquido de R$ 405,2 milhões.