Home > Notícias
14/12/2018

Índia sobretaxa importação de calçados para combater invasão chinesa

O governo indiano decidiu aumentar de 20% para 25% o imposto de importação sobre 19 “produtos não essenciais”, incluindo calçados. Uma medida que visa compensar a depreciação da rupia, que desde janeiro perdeu 13% de seu valor em relação ao dólar estadunidense, e apoiar a produção local.

O aumento do imposto pode favorecer grandes grupos industriais locais, como Bata India e LibertyShoes, mas corre o risco de penalizar os consumidores indianos ao aumentar os preços de calçados importados, incluindo marcas como Adidas, Reebok, Nike, Puma e outras grifes esportivas.

The Economic Times divulgou a declaração de Rafeeque Ahmed, presidente do Farida Group, um dos maiores fabricantes indianos de calçados: “Muitos calçados chineses estão chegando à Índia. O aumento da tarifa e a desvalorização da rupia não incentivam os importadores de hoje e estimulam os produtores locais.” A Índia é o segundo maior fabricante de calçados do mundo, superada somente pela China, e também o segundo maior consumidor, tendo superado os Estados Unidos em 2017.

Leia também:
Moscou: o luxo das lojas GUM
Loints of Holland comercializa calçados ecológicos, inspirados pela natureza também em suas formas
Histórica rede calçadista milanesa Vergelio aposta no on-line
Birkenstock inaugura loja em Nova Iorque e projeta crescimento nos Estados Unidos