Home > Notícias
21/06/2019

Top 10 dos gigantes do varejo mundial de calçados

O grupo Deichmann continua a ser o rei do varejo de calçados em todo o mundo. Clarks (oitavo) e Ecco (décimo) são os outros grupos europeus presentes na classificação, pelo oitavo ano consecutivo, pela Modaes.es, que destaca o sumiço da Payless, em quinto lugar no ano passado. Sem a Bata, mas somente porque não divulga seus dados.

O cetro, portanto, permanece nas mãos do gigante alemão Deichmann, o maior grupo calçadista do mundo, com faturamento de 5,8 bilhões de euros, 178 milhões de pares vendidos, mais de 40 mil funcionários e mais de 4 mil lojas em 2018.

Em segundo lugar, com uma pequena diferença em relação ao ano passado, está a Belle International (Hong Kong) com um faturamento de 5,5 bilhões de euros. A empresa é especializada na produção, distribuição e comercialização de suas marcas, mas também gerencia licenças internacionais.

Em terceiro lugar, Skechers, primeiro grupo americano na classificação, forte com seu faturamento de 4,1 bilhões de euros. Na sequência, outras marcas dos EUA, começando com Caleres (que fechou em 2018 em prejuízo), Wolverine Worldwide (que retornou em lucro após um 2017 no vermelho) e Deckers (estava à venda, mas sua reestruturação está funcionando).

Do sexto ao décimo lugar estão a canadense Aldo Shoes, a inglesa Clarks, a americana Steve Madden e, nova entrada, a dinamarquesa Ecco.

Leia também:
Kering faz as pazes com as autoridades fiscais italianas em operação que envolve pagamento de 1,25 bilhão de euros
Louboutin e a sandália paquistanesa, uma nova polêmica de apropriação cultural
Geox: o novo Conselho de Administração tem Mario Moretti Polegato na presidência
Albânia: trabalhadores emigram e mão de obra barata para o calçado se reduz