Home > Notícias
31/01/2019

Pitti Uomo: um evento de moda masculina em plena forma e com perfil internacional

A 95ª edição do Pitti Uomo terminou no dia 11 de janeiro e confirmou os números da última ediçaõ de inverno para países estrangeiros: mais de 9.000, com a Alemanha na liderança. Os compradores italianos caíram em 8%. O evento registrou a presença de cerca de 24 mil compradores, para um total de 36 mil visitantes.

A Alemanha é confirmada como o principal mercado para a feira, com mais de 800 compradores; em queda o número de compradores da França (-11%) e do Reino Unido (-5%). Substancialmente, foi confirmada a presença da Espanha e da Holanda, enquanto que os desempenhos positivos vieram da Suíça (+9%), Bélgica (+6%), países escandinavos, Grécia, Irlanda, Ucrânia. Em relação à presença fora da Europa, o Japão confirma sua posição como o segundo mercado mais importante, ainda que ligeiramente para baixo; por outro lado, Canadá (+11%), Hong Kong (+10%), Índia e Taiwan cresceram.

“Nestes quatro dias percorri extensivamente os salões e corredores em Fortezza da Basso - diz Raffaello Napoleone, CEO da Pitti Immagine - e confesso a minha admiração pelo extraordinário trabalho que as empresas estão fazendo. Uma admiração que eu compartilho com os melhores compradores internacionais - todos os compradores mais importantes, aos quais foram adicionados de novo a outros mercados e varejo online. É como se toda a cadeia da moda, masculina, mas não somente, do conceito ao design, da produção ao término da apresentação das coleções, focasse no objetivo de poder enfrentar desafios cada vez mais exigentes".

Leia também:
Nike apresenta revolucionário tênis autoajustável
Moda infanto-juvenil e forte presença de estrangeiros na feira italiana Pitti Bimbo
Vietnã: declínio pontual nas exportações, mas com um futuro brilhante
Grupo de moda FNG compra a empresa holandesa Henkelman