Home > Notícias
10/08/2018

Os tênis de segunda mão agora também são uma mania mundial

De mãos dadas com o mercado principal, o mercado de tênis de segunda mão também cresce vertiginosamente, impulsionado por itens de colecionador, colaborações, bonés especiais, edições limitadas e assim por diante. Os calçados representam um fenômeno que continua a surpreender não só nos Estados Unidos, mas também na Europa e no mercado asiático, onde desde 2016 há também uma seção de bolsa de valores no site “StockX”.

“Alguns estimam que o mercado de segunda mão é de cerca de um bilhão de dólares. Um valor que permanece uma fração do mercado de calçados esportivos que atingiu 38 bilhões de dólares nos Estados Unidos e quase 100 bilhões em todo o mundo em 2017”, disse Matt Powell, analista do mercado esportivo da empresa norte-americana Npd.

De acordo com John McPheters, presidente e co-fundador da StadiumGoods, as estimativas são muito inferiores à realidade. A Stadium Goods vendeu mais de 100 milhões de dólares em tênis de segunda mão em 2017: “Eles dobraram em um mercado que foi limpo porque os certificados de autenticidade solicitados e produzidos são cada vez mais frequentes para garantir que os modelos vendidos não sejam falsos”. Segundo a McPheters, o mercado está destinado a se expandir ainda mais no futuro porque também envolverá outros países e um maior número de clientes do sexo feminino. Uma confirmação vem do Ebay, que começou a primeira comunidade de tênis e convidou fãs de todo o mundo para listar seus modelos mais cobiçados.

Leia também:
Diego Dolcini e Baccarat
Com reforço de patrimônio, Prada Holding se fortalece e agora soma € 3,5 bilhões
Marcas Nine West e Bandolino acrescentam US$ 2 bilhões à Authentic Brands Group
Análise de dados invade as lojas da Belle International e tem gerado bons resultados ao negócio